Total de visualizações de página

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Véspera de Natal

Oh! Sim!
Uma família feliz
coisa linda de se ver
dona do próprio nariz
O filho mais velho
corpo de 18, mente de 5
O mais novo
descobrindo a sensualidade
desejos ocultos pelo mesmo sexo
O pai acabado
Por longos anos de destruição
cigarros e poeiras proibidas
A mãe carola
Não perde um culto no templo



Oh! Sim!
Eles são felizes
cada um na sua
suportando a perfeição
que cada um expõe
As cartas sobre a mesa
Os olhares entrecruzados
Quem atirará a primeira pedra?
Não! Jamais! Nunca nos julgaremos!
- Me passa o leite, por favor?
- Podemos orar primeiro?
- Já estou de saída. Não tenho hora pra voltar.
Oh! Sim! Perfeito!
Eis aí, uma família feliz...
Oh! Não! O problema surge a noite
Cabeça no travesseiro
Quando passa em seus pensamentos:
"Papai do céu! Poderia me fazer
voltar no tempo?"

3 comentários:

  1. É isso aí. De que adianta o Natal se as famílias não se unem e se amam de verdade?

    ResponderExcluir
  2. É incrível como suas palavras são tocantes Alexandre.
    Gostei muito!

    ResponderExcluir